Como calcular a quantidade de bebidas para o casamento

Como calcular a quantidade de bebidas e comidas para o casamento

Cerimônia, vestido, local e decoração da festa, música… São muitos os detalhes que envolvem a organização de um casamento e que precisam ser bem planejados. Mas um dos itens que merece atenção especial, sem dúvidas, é o cardápio do casamento. As comidas e bebidas servidas fazem toda a diferença para o evento, pois podem tanto impressionar os convidados, quanto serem motivos de reclamações. Veja aqui como calcular a quantidade de bebidas e comidas para o casamento.

vinho para casamento

A primeira dica para quem não quer correr o risco de errar é contratar um serviço de buffet com alguns meses de antecedência. Essas empresas oferecem profissionais preparados e, muitas vezes, especializados na realização de casamentos, além de degustação para que tudo saia ao agrado dos noivos. Atualmente são muitas as opções disponíveis e que cabem nos mais variados orçamentos. É importante lembrar que os buffets mais caros não são necessariamente os melhores, por isso vale a pena pesquisar, conversar com outras pessoas que já os contrataram e buscar o que mais combina com o estilo do casal. Download do simulador.

Tipos de cardápios

Para a escolha do menu, alguns fatores devem ser levados em consideração, como a quantidade de convidados, por exemplo, além do horário de realização da festa e o ambiente, já que são muitas as opções:

Cardápio para servir no casamento

Brunch: é ideal para casamentos realizados durante do dia, entre 10h e 11h30 e combina com ambientes informais, a céu aberto e mini-weddings. Por ser uma mistura de café da manhã e almoço, podem ser servidos alimentos como pães, mini-sanduíches, frios, geleias, tortas salgadas, café, chás, sucos de frutas e também bebidas como champanhe e vinho.

Almoço: também é para um evento pouco formal e o ideal é que a comida seja servida entre 11h30 e 14h. Esta opção inclui entradas, pratos quentes e sobremesas e pode ou não ser precedida de um coquetel.

Jantar: adequado para ocasiões mais formais e sofisticadas, deve ser servido à noite, porém não muito tarde, e seguido de um coquetel. Também são oferecidos entradas, pratos principais e sobremesas.

Coquetel: pode vir antes do almoço ou do jantar ou sozinho. É uma opção formal, mas indicada também para quando não há mesas e cadeiras suficientes para acomodar todos os convidados. Além de salgadinhos frios e quentes e canapés, os finger foods, comidas mais elaboradas, também feitas para comer com as mãos, podem compor o cardápio do coquetel.

Menu degustação: o modelo vem se tornando comum ultimamente. Além dos finger foods, são servidos pratos quentes ou frios em mini-porcelanas, copinhos, cumbuquinhas ou panelinhas e também é boa opção para casamentos menos formais.

Tanto para o almoço quanto para o jantar, há diferentes tipos de serviços como o franco-americano, por exemplo, que é mais tradicional, e os convidados se servem nas ilhas e comem nas mesas, e o serviço à francesa, que é mais formal e nele as mesas são arrumadas para cada convidado e os garçons servem as pessoas em travessas, ente outros.

E as bebidas?

Tão importante quanto a escolha das comidas é a seleção das bebidas para a festa. Normalmente, os buffets incluem no preço dos pacotes algumas delas, mas nem sempre contam com todas as variedades que os noivos desejam. Nesse caso, há empresas que são fornecedoras de bebidas para eventos e oferecem degustação de vinhos e champanhes, além de sommelier para auxiliar na harmonização com os pratos que serão servidos e, em geral, trabalham com consignação –assim fica mais fácil não errar na quantidade, pois o que sobrar pode ser devolvido. Para determinar os tipos e quantidade de bebidas que farão parte do evento, algumas dicas são importantes:

Como calcular a quantidade de bebidas

Convidados: o perfil das pessoas que estarão presentes é um fator a se considerar. Alguns amigos consumirão muito mais opções alcoólicas do que idosos ou crianças, por exemplo. É válido lembrar-se de incluir itens diets e lights para quem desejar.

Época do ano e clima: no calor, água, refrigerantes e cervejas serão mais consumidas. Já no frio, os vinhos ocuparão mais espaço no evento.

Tipo de festa: em uma festa durante o dia, o consumo de bebidas alcoólicas tende a ser menor do que em eventos que vão madrugada adentro com música animada.

Para não errar na quantidade

Para não errar, confira no link um simulador desenvolvido pelo iCasei que irá ajudar a como calcular a quantidade de bebidas e comidas para o casamento: Baixar Simulador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *